novembro 08, 2007


ha quanto tempo n esvrevia nd...
Meus amigos, tds os que, bem me conhecem, sabem que não só igreja, mas Deus é centro da minha vida embora nem sempre igreja possa ser prioridade.Hj em dia temos a mania de nos envolvermos em todos os ministérios de igreja, queremos fazer td o que podemos no momento. Muitas vezes isso tem um mau resultado, muitas vezes nós trocamos ocupação ministerial por intimidade com o próprio Deus. N se deixem cair nesse Erro, promovam a vossa intimidade com ele, cuidem do vosso coração, vida pessoal, escola, trabalho, mas que tb igreja n esteja em segundo plano. Aprendamos a cuidar da nossa vida tb!

4 comentários:

A Pris disse...

Hello bro!

Não sabia que tinha um blog.
Mto giro sim sr!
Hei-de vir cá mais vezes
;)

behave

Sue Miriam disse...

COMPREENDITES!!!

Cátia disse...

Ainda à pouco tempo tive a falar sobre isto com alguém.. é muito fácil confundir... é mesmo!
Eu acho que acabamos por passar, senão todos, uma grande maioria passa por lá! e na minha opinião também tem muito a ver com a tua idade e maturidade. Eu estava a tentar explicar a uma amiga minha mais nova, que era dificil pra mim agora conciliar os estudos com muito do que eu fazia antes na igreja, e por isso tive de restringir as minhas áreas de serviço.. Ela dizia-me que achava que aquilo era mesmo dela, ela gostava de estar em tudo, e de fazer tudo, (o que me fazia lembrar eu à algum tempo atrás) e por muito que eu lhe quisesse dizer, que a minha relação e a dela com Deus não se baseia no que fazemos (em termos de quantidade) na igreja, e ela me dissesse que entendia o que eu estava a dizer, eu fiquei sempre com a ideia de que na cabeça dela e de muitas pessoas, há a vontade de se envolverem em tudo, e até em alguns casos a ideia de que isso é essencial, e passado algum tempo acabam por perceber (quando chegam ao ponto de frustração, porque nada substitui a tua intimidade com Deus)que têm de estabelecer prioridades, e entender as áreas especificas que Deus tem pra cada um deles...
Eu não me sinto mal de ter deixado as muitas coisas que eu fazia, porque sei que naquilo que faço estou a dar o meu máximo, e agora acabo por ter mais tempo para as pessoas, para perceber como é que elas estão, observa-las, falar com elas, dar mais do meu tempo a elas... ás vezes ficamos tão envolvidos em fazer tudo, que nos esquecemos do objectivo para o qual fazemos, que são as pessoas...


P.s . - Desculpa o testamento ;)
Eu li a maioria das mensagens, mas eu tenho pensado acerca disto e então resolvi comentar!

Cátia S.

Cátia disse...

EIX!!! escrevi mesmo buéé!! =O

Imagina se fosse a falar, sou mesmo tagarela, até a escrever! xO